Pensamentos Musicais > A mistura excêntrica

19 12 2007

 

Antes de falar da mistura excêntrica, vale fazer aqui um breve comentário do “Por toda a minha vida – Tim Maia”, não assisti no dia em que foi exibido(por motivos relevantes, saí pra beber com os amigos, isso influi na inspiração também); mas pedi para gravá-lo e assisti no sábado, e mais outras três vezes no decorrer do fim de semana boêmio. Como já previa não faltaram as histórias lendárias do Tim, sem contar as declarações, uma mais cômica que a outra, tipo “Eu sou um exemplo para a humanidade, sou corno, mas sei perdoar…”. Outra coisa que não pode deixar de falar é que por trás do Tim tinha uma tal banda Vitória-Régia que era no mínimo, afiadíssima, os metais então são um show a parte.

 

A mistura excêntrica que eu me reporto no título diz respeito a algo que achei num dos museus/bibliotecas da internet, o Youtube. Acabei encontrando uma parceria entre Belchior e Los Hermanos no programa Altas Horas. Do Los Hermanos eu conheço um pouco, mas do Belchior é o básico do básico (“Eu sou apenas um rapaz latino-americano..”), só percebi uma coisa, a música que eu ouvi e que ainda estou ouvindo é daquelas que você quer repetir o tempo inteiro até enjoar, um dia deve enjoar …o nome é “Palo seco”, não me pergunte o que é o Palo seco, mas o refrão da música fica na cabeça “Tenho 25 anos de sonhos, de sangue e de América do Sul por força desse destino um Tango Argentino me vai bem melhor que o Blues…”

Felipe

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: